Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pedidos de subsídio de desemprego em mínimos de 45 anos. Wall Street aplaude

As bolsas norte-americanas abriram em alta, a recuperar das perdas das últimas duas sessões. Apesar de o sector tecnológico continuar sob pressão, os bons dados económicos estão a animar o sentimento dos investidores.

Reuters
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 29 de Março de 2018 às 14:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

O Dow Jones segue a somar 0,77% para 24.032,12 pontos e o Standard & Poor’s 500 ganha 0,41% para se estabelecer nos 2.615,70 pontos.

 

Por seu lado, o Nasdaq Composite avança 0,50%, para 6.983,66 pontos.

 

A contribuir para este movimento positivo da abertura estiveram os bons dados económicos – que animaram os investidores, apesar da possibilidade de isso poder significar uma aceleração do ritmo de subida dos juros por parte da Fed.

 

Os pedidos iniciais de subsídio de desemprego nos EUA diminuíram na semana passada em 12.000, para um número ajustado sazonalmente de 215.000, o que corresponde ao nível mais baixo desde Janeiro de 1973, anunciou o Departamento norte-americano do Trabalho.

 

Além disso, o rendimento bruto das famílias aumentou mais do que o consumo. Já a inflação de Fevereiro cifrou-se em 1,8%, a caminho da meta de 2% definida pela Reserva Federal.

 

Do lado das perdas, destaque para as tecnológicas, que continuam a pressionar, com a Amazon a sofrer novos reveses.

 

Já ontem a Amazon esteve em destaque pela negativa, a afundar em torno de 5% e a perder mais de 30 mil milhões de dólares do seu valor de mercado, depois de o website noticioso Axios ter reportado que o presidente norte-americano, Donald Trump, está obcecado pela retalhista online e visa travar o seu poder crescente.

 

Trump tem falado em recorrer à legislação antitrust para "perseguir" a Amazon, uma vez que receia que as retalhistas familiares sejam aniquiladas pela empresa liderada por Jeff Bezos, reportou o Axios citando cinco fontes distintas que dizem ter debatido a questão com o chefe da Casa Branca.

 

Hoje, Trump voltou ao "ataque", com uma lista de queixas contra a Amazon, como os custos de entrega.

 

Recorde-se que Bezos, fundador e chairman da retalhista online, também é proprietário do The Washington Post, que ganhou um Pulitzer no ano passado devido às suas investigações às doações de Trump para instituições de beneficência. O trabalho jornalístico concluiu que as reivindicações filantrópicas de Trump eram exageradas e muitas vezes não correspondiam a doações para a caridade.

 

Apesar da subida de hoje, no trimestre as bolsas vão terminar com um saldo negativo – o que não acontecia desde Junho de 2016.

Ver comentários
Saber mais Wall Street Standard & Poor's 500 Nasdaq Composite Dow Jones bolsa EUA
Mais lidas
Outras Notícias