Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pedidos de subsídio de desemprego caem para mínimo de três meses nos EUA

O número de novos pedidos de subsídio de desemprego caiu inesperadamente, sinalizando uma eventual retoma do mercado de trabalho norte-americano.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 28 de Outubro de 2010 às 13:50
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
Os novos pedidos de subsídio de desemprego caíram inesperadamente na semana passada, para o nível mais baixo dos últimos três meses, naquele que pode constituir um sinal de que o mercado de trabalho está a começar a recuperar.

O número de pedidos de subsídio de desemprego caiu em 21 mil para um total de 434 mil novos pedidos na semana que terminou a 23 de Outubro e fixando um mínimo do início de Julho, segundo os dados do Departamento do Trabalho citados pela Bloomberg.

“O crescimento do emprego é moderado nesta altura, mas deve melhorar”, disse o presidente da Naroff Economis Advisors, Joel Naroff à Bloomberg. “As pessoas ficarão surpreendidas com o quão melhor vai estar o mercado de trabalho daqui a seis meses”, acrescentou.

Os economistas antecipavam um crescimento dos pedidos de subsídio para 455 mil pedidas na semana passada, depois de um total de 452 mil pedidos na semana anterior, refere a agência noticiosa que compilou as estimativas de 47 economistas.

Ainda assim, os dados apresentaram o número de pedidos de subsídio de desemprego registou um crescimento, antes de ajustados à inflação. É que o número de pedidos cresceu em 3% na semana que se segue ao Dia de Colombo, o que fica aquém do crescimento de 7,9% que ocorre geralmente, explicou o porta-voz doDepartamento do Trabalho que anunciou os dados.

Ver comentários
Saber mais pedidos subsídios desemprego EUA mínimos
Outras Notícias