Bolsa Pesos pesados derrubam PSI-20 pela segunda sessão

Pesos pesados derrubam PSI-20 pela segunda sessão

A bolsa nacional está a negociar em queda neste arranque de semana, em linha com as principais praças europeias. A Jerónimo Martins e a Galp são as empresas que mais penalizam.
A carregar o vídeo ...
Rita Faria 23 de setembro de 2019 às 08:25

A bolsa nacional está a negociar em queda esta segunda-feira, 23 de setembro, pela segunda sessão consecutiva, com o PSI-20 a deslizar 0,11% para 5.010,81 pontos. Das 18 empresas que formam o principal índice nacional, sete estão em queda, oito em alta e três inalteradas.

Na Europa, os principais índices também começaram a semana com sinal vermelho, numa altura em que as atenções dos investidores estão novamente voltadas para as negociações de alto nível entre os Estados Unidos e a China, que serão retomadas no início do próximo mês, depois de os primeiros contactos das delegações dos dois países em Washington, na semana passada, terem terminado mais cedo do que o previsto.

Por outro lado, o Brexit também continua na agenda, já que o Supremo Tribunal britânico deverá decidir hoje sobre a legalidade da suspensão do Parlamento decretada por Boris Johnson. O objetivo do primeiro-ministro britânico era evitar que o Parlamento travasse um Brexit sem acordo, mas a suspensão foi contestada por vários partidos e seguiu para tribunal, pelo que esta decisão do Supremo está a gerar grande expectativa.

Na bolsa nacional, as perdas estão a ser motivadas sobretudo pelos pesos pesados do PSI-20, como a EDP Renováveis, a Jerónimo Martins e a Galp Energia.

A Jerónimo Martins perde 0,6% para 15,76 euros, a EDP Renováveis desliza 0,2% para 9,90 euros e a Galp recua 0,54% para 13,85 euros, contrariando a subida do petróleo nos mercados internacionais.

Em sentido contrário, o BCP avança 0,10% para 19,82 cêntimos e a EDP ganha ligeiros 0,09% para 3,503 euros. 

Fora do PSI-20, a Cofina valoriza 1,23% para 49,5 cêntimos, depois de ter anunciado, no sábado, uma OPA sobre a Media Capital, que avalia a dona da TVI em 255 milhões de euros.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI