Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo atenua ganhos e negoceia nos 40 dólares em Londres

Os preços do petróleo atenuaram a tendência de ganhos, depois de já terem estado a ganhar mais de 12%. A tendência positiva de hoje fica a dever-se aos receios de uma interrupção da oferta petrolífera em consequência dos distúrbios que se verificam no Médio Oriente.

Lara Rosa lararosa@negocios.pt 29 de Dezembro de 2008 às 15:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Os preços do petróleo atenuaram a tendência de ganhos, depois de já terem estado a ganhar mais de 12%. A tendência positiva de hoje fica a dever-se aos receios de uma interrupção da oferta petrolífera em consequência dos distúrbios que se verificam no Médio Oriente.

O West Texas Intermediate (WTI), em Nova Iorque, avançava 2,81% para os 38,78 dólares, depois de já ter estado a ganhar 11,91%. Em Londres, o Brent do mar do Norte, que serve de referência à economia portuguesa, ganha 4,40% para os 40,06 dólares por barril, tendo estado já a negociar acima dos 43 dólares.

O petróleo está a ser impulsionado pelos receios de uma interrupção da oferta petrolífera no Médio Oriente devido às tensões que se fazem sentir depois dos ataques de Israel à Faixa de Gaza. O Médio Oriente é a maior região produtora de petróleo do mundo.

“A instabilidade no Médio Oriente pode bem puxar os preços do petróleo para valores mais altos”, afirmou Rob Laughlin da MF Global citado pela Bloomberg.

A contribuir para a valorização do petróleo está também a maior procura vinda da China. O país anunciou que vai reforçar as suas reservas de emergência da matéria-prima nesta fase em que o petróleo se encontra em valores mais baixos.

Laughlin afirmou que os planos da China “podem compensar alguma destruição da procura proveniente do abrandamento económico.”

Ver comentários
Outras Notícias