Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo em queda penalizado pelos sinais negativos da economia

Os preços do petróleo seguem a descer, pressionados pela expectativa de um aumento das reservas petrolíferas do WTI e pela situação económica da Europa e dos EUA.

Rita Dias Baltazar rbaltazar@negocios.pt 18 de Setembro de 2012 às 18:29
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
A preocupação dos investidores em torno da situação económica na Europa está a penalizar os preços da matéria-prima. Os futuros do Brent do Mar do Norte, negociados em Londres e crude de referência para Portugal, recuam 0,90% para 112,77 dólares por barril.

Em Nova Iorque, os contratos de Outubro do West Texas Intermediate (WTI) perdem 0,52% para 96,12 dólares por barril, nesta segunda sessão consecutiva de quedas.

Sinais de abrandamento económico nos EUA estão também a contribuir para este alívio dos preços do crude.

As reservas de petróleo deverão aumentar pela segunda semana consecutiva, depois da produção de crude do golfo do México ter sido retomada após a passagem do furacão Isaac.

“A retoma da produção de petróleo no Golfo é o principal factor a criar um aumento dos inventários [de crude]”, afirmou Tom Pawlicki da EOXLive.

Os “stocks” de petróleo terão aumentado 1,35 mil milhões de barris para 360,4 mil milhões na semana terminada a 14 de Setembro, segundo as previsões dos analistas consultados pela Bloomberg.

A tempestade cortou a oferta de cerca de 13 milhões de barris de crude no Golfo do México, segundo o departamento de energia dos EUA (DoE).

Ver comentários
Saber mais crude petróleo brent West Texas Interme
Outras Notícias