Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo mantém tendência negativa e está em mínimos de três meses

O preço do barril de petróleo mantém a tendência negativa das últimas sessões e está a ser negociado no valor mais baixo dos últimos três meses, nos 121 dólares em Nova Iorque. Desde os recordes fixados no início deste mês, a matéria-prima já caiu mais de 17%.

Paulo Moutinho 30 de Julho de 2008 às 07:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
O preço do barril de petróleo mantém a tendência negativa das últimas sessões e está a ser negociado no valor mais baixo dos últimos três meses, nos 121 dólares em Nova Iorque. Desde os recordes fixados no início deste mês, a matéria-prima já caiu mais de 17%.

O West Texas Intermediate (WTI), para entrega em Setembro, seguia a perder 0,2%, para 121,94 dólares barril no mercado nova-iorquino, depois de ontem ter chegado a negociar nos 120,42 dólares, o valor mais baixo das últimas doze semanas. Em Londres, o Brent do Mar do Norte perdia 0,15% para 122,50 dólares.

Desde o máximo histórico atingido a 11 de Julho nos 147,27 dólares, os preços do WTI já caíram cerca de 17%, uma desvalorização associada à subida da moeda norte-americana face às principais divisas mundiais, nomeadamente o euro, que veio afastar o apetite dos investidores.

A contribuir para a tendência das cotações estão também as declarações de Chakib Khelil, presidente da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), que disse ontem que a valorização da divisa norte-americana e o aliviar de tensões geopolíticas poderão fazer o preço do “ouro negro” cair para os 70/80 dólares.

Além disso, o mercado está a incorporar uma previsão de quebra no consumo de gasolina por parte dos EUA e também do Japão, dois dos três maiores consumidores mundiais. O Departamento de Energia norte-americano deverá revelar hoje um novo aumento nos “stocks” da gasolina.

Ver comentários
Outras Notícias