Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petrobras: Petróleo não vai regressar aos 100 dólares

O preço do barril de petróleo não deverá voltar aos 100 dólares, disse uma gestora da Petrobras esta terça-feira, citada pela Bloomberg. A petrolífera brasileira está a tentar reduzir custos.

Bloomberg
Vera Ramalhete veraramalhete@negocios.pt 23 de Setembro de 2015 às 11:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

O petróleo, actualmente na casa dos 40 dólares, não vai voltar aos 100 dólares por barril. Esta é a convicção de uma gestora executiva da Petrobras, a maior petrolífera brasileira, que espera que o barril de petróleo volte aos 70 dólares.

"Estávamos todos a navegar a grande onda dos 100 dólares por barril", disse Cristina Pinto, gestora executiva para a exploração e produção, citada pela Bloomberg. Mas, o petróleo "não vai voltar aos 100 dólares", disse Cristina Pinto, na terça-feira. "Se chegar aos 70 dólares, ficamos contentes", acrescentou.

A petrolífera brasileira, que viu recentemente o seu "rating" cortado para o primeiro nível de "lixo" pela agência de notação financeira Standard & Poor’s (S&P), está a procurar reduzir custos, através da optimização tecnológica dos processos, disse Cristina Pinto. "A indústria e a Petrobras têm que trabalhar em conjunto para enfrentar o cenário em que não há uma perspectiva para a recuperação dos preços", discursou.

O presidente executivo Aldemir Bendine tinha referido, na segunda-feira, que a empresa está a tentar reduzir custos para sobreviver à combinação de preços baixos do petróleo e do real fraco, que agravou o custo da dívida da empresa, refere a Bloomberg. O real está a transaccionar em mínimos históricos pressionado pela possibilidade de novos cortes de "rating" da dívida soberana do país, após a S&P ter classificado a nível no primeiro nível de investimento especulativo. A moeda brasileira está a acentuar a queda esta quarta-feira, desvalorizando para 4,05515 dólares por real e 4,5055 euros por real.

As acções da Petrobras têm sido penalizadas pela queda do preço do petróleo e pelo escândalo de corrupção que envolve a empresa. Desvalorizam 30,44% este ano, após a queda de 4,52% para 6,97 reais na sessão de ontem.

O petróleo está a subir esta quarta-feira nos mercados internacionais. O Brent, negociado em Londres, avança 0,45% para 49,30 dólares por barril. O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, sobe 0,65% para 46,66 dólares por barril.

Ver comentários
Saber mais Petróleo Brent WTI crude 100 dólares Petrobras Brasil real
Outras Notícias