Petróleo Petróleo cai mais de 2% com fuga dos investidores

Petróleo cai mais de 2% com fuga dos investidores

As cotações do petróleo seguem a negociar no vermelho nos principais mercados internacionais. A pressionar está a fuga dos investidores para activos de menor risco.
Petróleo cai mais de 2% com fuga dos investidores
Reuters
Carla Pedro 02 de abril de 2018 às 17:56

Os preços do crude seguem em baixa, penalizados por um movimento de vendas, numa altura em que os investidores estão a largar activos de maior risco, como a grande maioria das matérias-primas – a grande excepção é o ouro, que funciona como valor-refúgio em épocas de incerteza – e as acções, e a aplicarem o seu dinheiro em activos considerados mais seguros, como a dívida norte-americana e o iene.

 

As cotações do contrato de futuros do Brent do Mar do Norte – que é negociado em Londres e serve de referência às importações portuguesas – para entrega em Junho seguem a recuar 2,91% para 67,82 dólares por barril.

 

Também o contrato de Junho do West Texas Intermediate (WTI), transaccionado no mercado nova-iorquino, segue em queda, com os preços a cederem 2,73% para 63,17 dólares.

 

O WTI arrancou assim o mês de Abril com uma tónica negativa, depois de ter ganho 5,4% em Março – muito à conta dos esforços da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) no sentido de manterem um corte de produção para ajudar a sustentar os preços da matéria-prima.

 

O "ouro negro" está também a ser pressionado esta segunda-feira, 2 de Abril, pelo facto de o volume de transacções em bolsa estar cerca de 25% abaixo dos níveis normais nesta primeira sessão após o fim-de-semana prolongado de celebração da época pascal.

 

E apesar de o número de plataformas petrolíferas nos EUA ter registado na semana passada a maior diminuição desde Novembro, a produção do país mantém-se acima dos 10 milhões de barris por dia desde Fevereiro [sobretudo devido ao petróleo extraído do xisto betuminoso] – o que tende a ofuscar os esforços da OPEP no sentido de reduzir o excedente de oferta no mercado.

 

O mercado está agora na expectativa da divulgação dos dados relativos aos stocks norte-americanos de crude na semana passada, que serão apresentados esta quarta-feira.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI