Matérias-Primas Petróleo extrai máximos, mas furo pode secar
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Petróleo extrai máximos, mas furo pode secar

As cotações do "ouro negro" atingiram o valor mais elevado desde Dezembro de 2014, impulsionados pelo sentimento positivo em torno da recuperação e por problemas ao nível da produção. Mas, os analistas dizem que a subida está desfasada dos fundamentais.
Petróleo extrai máximos, mas furo pode secar
DR
Patrícia Abreu 10 de janeiro de 2018 às 21:52

O "ouro negro" está a viver um início de ano dourado. Depois de ter registado uma forte recuperação no ano passado, o petróleo atingiu máximos de Dezembro de 2014. Mas, os analistas justificam as valorizaç)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub