Matérias-Primas Petróleo sobe com redução de perfurações nos EUA e receios de sanções ao Irão

Petróleo sobe com redução de perfurações nos EUA e receios de sanções ao Irão

O petróleo está a subir impulsionado pela redução da actividade de perfuração nos EUA e pela especulação de que este país possa voltar a impor sanções ao Irão.
Petróleo sobe com redução de perfurações nos EUA e receios de sanções ao Irão
Bloomberg
Raquel Murgeira 02 de abril de 2018 às 12:50

O petróleo está a subir esta segunda-feira, 2 de Abril, estimulado pela redução da actividade de perfuração por parte dos exploradores americanos e também pela especulação de que os EUA possam voltar a impor sanções ao Irão, um dos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), de acordo com a Bloomberg.

O Brent do Mar do Norte, referência para Portugal sobe 0,61% para 69,76 dólares por barril, enquanto o West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, ganha 0,42% para 65,20 dólares.

Os produtores dos EUA suspenderam o trabalho em sete plataformas na semana passada, o que acabou por reduzir as preocupações do aumento de produção da matéria-prima. A contribuir para esta subida está igualmente um possível regresso das sanções ao Irão, membro da OPEP. Isto numa altura em que Donald Trump nomeou vários novos membros do governo americano que têm defendido uma posição mais rígida relativamente ao Irão, segundo a Bloomberg.

Apesar disto, permanecem as preocupações de um potencial aumento na produção petrolífera americana, que desde o início de Fevereiro superou semanalmente os 10 milhões de barris, um facto que poderá minar os esforços da OPEP em equilibrar o mercado petrolífero.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI