Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo sobe mais de 1%

O petróleo está a subir mais de 1% com a especulação de que os EUA podem tomar medidas diplomáticas contra o Irão, o que afectará as exportações daquele país.

Reuters
Raquel Murgeira raquelmurgeira@negocios.pt 21 de Março de 2018 às 15:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O petróleo está a subir mais de 1% esta quarta-feira, 21 de Março, com o aumento da especulação de que os EUA vão tomar medidas diplomáticas contra as exportações do Irão, membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

Depois de na terça-feira passada, o Brent, referência para Portugal, ter subido mais de 2%, hoje volta a subir e a atingir o valor mais alto das últimas seis semanas.

O Brent do Mar do Norte, referência para Portugal sobe 1,23% para 68,24 dólares por barril, enquanto o West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, ganha 1,05% para 64,21 dólares.

A subida dos preços do petróleo surge depois de Donald Trump ter defendido o abandono dos EUA do acordo nuclear do Irão, o que eleva o risco das exportações de petróleo daquele país serem afectadas por sanções. Isto num momento em que Mohamed Bin Salman, o príncipe da Arábia Saudita, começa a sua visita em solo americano.

"A possibilidade de novas sanções contra o Irão tem sido o principal problema dos últimos dias", afirma Carsten Fritsch, analista do Commerzbank AG, à Bloomberg. O mesmo responsável salienta que "as sanções petrolíferas contra o Irão terão um impacto maior num mercado subfornecido do que num mercado com abastecimento elevado".

Apesar de a OPEP e os seus aliados perspectivarem que o mercado petrolífero esteja equilibrado até ao final de Setembro - devido aos cortes de produção implementados por este cartel -, o Citigroup Inc. admite que esse equilíbrio não dure muito tempo. Isto numa altura em que os investidores continuam cautelosos em relação às reservas dos EUA. 

Ver comentários
Saber mais OPEC EUA Portugal política energia petróleo
Outras Notícias