Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo alivia dos ganhos superiores a 2% registados ontem

O petróleo recuava depois de ontem ter valorizado mais de 2% a reagir ao ataque realizado pelas tropas norte-americanas ao Iraque, o maior desde que os Estados Unidos invadiram o país em 2003.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 17 de Março de 2006 às 11:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O petróleo recuava depois de ontem ter valorizado mais de 2% a reagir ao ataque realizado pelas tropas norte-americanas ao Iraque, o maior desde que os Estados Unidos invadiram o país em 2003.

Os preços da matéria-prima chegaram a descer depois do Departamento de Energia dos Estados Unidos ter anunciado que as reservas do país subiram para o nível mais elevado dos últimos sete anos.

Contudo a pressão do ataque ao Iraque, o terceiro país do mundo com mais reservas de petróleo conhecidas, foi mais forte e fez com que os preços disparassem mais de 2% ao final do dia.

O ataque norte-americano teve como objectivo «limpar» a região do norte de Bagdad, segundo anunciaram ontem os responsáveis.

O petróleo acabou por subir com o aumento da preocupação de que o fornecimento por parte daquele país seja afectado, numa altura em que também há preocupações com o fornecimento do Irão devido à tensão vivida entre o país e as Nações Unidas por causa do programa nuclear.

O West Texas Intermediate (WTI) [cl1], negociado em Nova Iorque, recuava 0,24% para os 63,43 dólares e o «brent» [co1], transaccionado em Londres, cedia 0,2% para os 64,08 dólares.

Outras Notícias