Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo ascende a novos máximos com ameaça de greve na Noruega

Os preços do petróleo ascenderam a novos máximos depois de uma associação norueguesa de trabalhadores ter dito que planeava uma greve dos transportadores da matéria-prima daquele país escandinavo.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 25 de Outubro de 2004 às 15:47

Os preços do petróleo ascenderam a novos máximos depois de uma associação norueguesa de trabalhadores ter dito que planeava uma greve dos transportadores da matéria-prima daquele país escandinavo – terceiro maior exportador do mundo – agudizando um conflito laboral já existente que ameaça parar a produção norueguesa.

O crude [cl1], negociado em Nova Iorque, subia 0,47% para 55,43 dólares (43,7 euros), depois de ter alcançado hoje o máximo histórico nos 55,67 dólares (43,8 euros). O «brent» [co1], transaccionado em Londres, avançava 0,35% para 51,40 dólares (40,5 euros), depois de ter atingido os 51,90 dólares (40,9 euros).

O governo norueguês convocou uma reunião entre um sindicato de trabalhadores de petróleo e as empresas visadas, que poderá resolver uma disputa que ameaça a produção do terceiro maior exportador de petróleo do mundo.

A Noruega produz cerca de três milhões de barris de petróleo por dia. Esta matéria-prima já valorizou 70% este ano uma vez que as paragens na produção ameaçam fazer com que a oferta não corresponda à procura, em evolução ascendente com o aproximar do Inverno.

Outras Notícias
Publicidade
C•Studio