Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo ascende a novos recordes históricos devido a greves na Noruega

Os preços do petróleo ascendiam a novos máximos devido à possível greve dos transportadores da matéria-prima da Noruega, o terceiro maior exportador do mundo, numa altura em que a procura por parte da China está a aumentar.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 25 de Outubro de 2004 às 08:46

Os preços do petróleo ascendiam a novos máximos devido à possível greve dos transportadores da matéria-prima da Noruega, o terceiro maior exportador do mundo, numa altura em que a procura por parte da China está a aumentar.

O crude [cl1], negociado em Nova Iorque, subia 0,76% para 55,59 dólares (43,83 euros), alcançando novo máximo histórico. O «brent» [co1], transaccionado em Londres, avançava 0,64% para 51,55 dólares (40,64 euros), depois de ter atingido os 51,65 dólares (40,72 euros) na sexta-feira.

A Norwegian Shipowners Association anunciou que no próximo mês os transportadores vão fazer greve, o que vai afectar a produção de petróleo.

Prevê-se que o consumo de petróleo da China, que no ano passado ultrapassou o Japão como o maior consumidor de combustíveis depois dos EUA, aumente 15% para 6,3 milhões de barris por dia, segundo a Agência Internacional de Energia anunciou este mês.

O aumento de consumo por parte de China aumenta a preocupação com a interrupção de fornecimento por parte da Noruega, nos EUA e no Iraque.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio