Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo avança e gasolina atinge maior subida dos últimos cinco anos

O preço do petróleo avançou hoje pelo segundo dia consecutivo em Nova Iorque e Londres, influenciado pela quebra de reservas norte-americanas de crude e gasolina, num contexto de divulgação de dados económicos optimistas para os EUA.

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 21 de Agosto de 2003 às 19:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O preço do petróleo avançou hoje pelo segundo dia consecutivo em Nova Iorque e Londres, influenciado pela quebra de reservas norte-americanas de crude e gasolina, num contexto de divulgação de dados económicos optimistas para os EUA.

O contrato do crude com entrega em Outubro, avançava 3,19% em Nova Iorque [CL1] para 32,03 dólares (29,33 euros), enquanto o futuro do «brent» [CO1], com entrega em Outubro, subia 3,40% em Londres, para 29,82 dólares (27,30 euros).

A gasolina, cujas reservas diminuíram 1,2 milhões de barris na semana passada, viu os contratos com entrega em Setembro subir 7,7% em Nova Iorque, atingindo hoje a sua maior progressão diária dos últimos cinco anos.

No caso da gasolina, as preocupações advêm do facto de as reservas, já abaixo do normal para a época, poderem ainda vir a ser afectadas pelo encerramento das refinarias na passada semana, por causa do apagão, e por uma crescente procura.

As reservas de crude nos EUA caíram 1,6 milhões de barris para 278,8 milhões no final da semana passada, anunciou ontem o governo norte-americano.

A maioria dos analistas, contudo, aguardava uma subida de 832 mil barris no período em análise.

As reservas recuaram 7,9% face a igual período do ano passado devido essencialmente a interrupções nas exportações do Iraque, Nigéria e Venezuela.

Tal significa que as reservas ficaram a 3,9% acima do mínimo dos últimos 28 anos atingido em Fevereiro último.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias