Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo cai de máximo de nove meses

O petróleo seguia a cair em Londres e Nova Iorque, recuando o preço do crude do valor mais alto dos últimos nove meses, após ser conhecido que as reservas de gás natural sofreram uma redução na semana passada.

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 18 de Dezembro de 2003 às 17:07
  • Partilhar artigo
  • ...

O petróleo seguia a cair em Londres e Nova Iorque, recuando o preço do crude do valor mais alto dos últimos nove meses, após ser conhecido que as reservas de gás natural sofreram uma redução na semana passada.

O contrato do crude com entrega em Janeiro caía 0,69% em Nova Iorque [CL1] para 33,12 dólares (26,70 euros), enquanto o futuro do «brent» [CO1] com entrega em Fevereiro, desvalorizava 0,98%, para 30,29 dólares (24,42 euros) em Londres.

Os preços do crude subiram ontem ao seu valor mais alto dos últimos nove meses, desde o período imediatamente anterior à invasão do Iraque, depois do Departamento de Energia dos EUA ter anunciado que um diminuição das reservas petrolíferas abaixo do previsto pelos jornalistas.

Hoje, os preços do petróleo desvalorizavam, acompanhando a queda verificada no preço do gás natural, que recuou depois de serem conhecidas as reservas nos EUA. Os «stocks» de gás natural sofreu uma redução de 134 mil milhões de pés cúbicos na semana que terminou no dia 12 de Dezembro.

A queda do preço do gás natural pode desencorajar os clientes industriais a optar por combustíveis de origem petrolífera, diminuindo a procura, o que se reflecte no preço destes.

Ver comentários
Outras Notícias