Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo cai mais de 1% em Nova Iorque com Obama à espera de Congresso

Diminuição das tensões em torno da Síria estão a promover correcção dos preços do crude.

Bloomberg
Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 02 de Setembro de 2013 às 08:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Os preços do petróleo estão a perder terreno nos mercados internacionais, depois do presidente norte-americano Barack Obama ter adiantado que vai pedir ao Congresso do país autorização para intervir militarmente na Síria.

 

O WTI, negociado em Nova Iorque, cai 1,4%, para 106,14 dólares por barril, enquanto o Brent, transaccionado em Londres, desce 1%, para 112,86 dólares por barril, com os preços do “ouro negro” a corrigirem perante a diminuição das probabilidades de uma intervenção armada na Síria.

 

Barack Obama vai pedir ao Congresso para realizar uma operação militar aérea na Síria.

O Presidente dos EUA informou no fim-de-semana que vai haver um debate e uma votação no Congresso.

 

O presidente americano considera que os EUA deviam intervir na Síria, mas vai aguardar pela decisão do Congresso.

 

As tensões na Síria levaram as cotações do crude a negociar em máximos de dois anos nos EUA e no valor mais elevado em seis meses em Londres, com os investidores a recearem que um conflito na região leve a problemas na produção de crude.

 

O Médio Oriente foi responsável por cerca de 35% da produção global de petróleo na primeira metade do ano, segundo dados da Agência Internacional de Energia, citados pela Bloomberg.

Ver comentários
Saber mais Petróleo
Outras Notícias