Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo cai mais de 7% em Londres após explosões

O petróleo seguia a cair mais de 5% em Londres mas chegou a perder mais de 7% depois de várias explosões terem assolado esta manhã a cidade britânica. Em Nova Iorque a matéria-prima também deslizava quase 3% depois de ter tocado novo recorde.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 07 de Julho de 2005 às 11:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O petróleo seguia a cair mais de 5% em Londres mas chegou a perder mais de 7% depois de várias explosões terem assolado esta manhã a cidade britânica. Em Nova Iorque a matéria-prima também deslizava quase 3% depois de ter tocado novo recorde.

O «brent» escorregava 5,43% para os 56,60 dólares depois de ter desvalorizado um máximo de 7,18% para os 55,55 dólares. Já o crude escorregava 2,90% para os 59,50 dólares depois de ter caído até 3,17% para os 59,34 dólares, recuando assim do novo máximo atingido esta manhã nos 62,10 dólares.

A cidade de Londres foi esta manhã palco de explosões que eclodiram em seis estações de metro e em três autocarros, causando cerca de 90 vítimas entre mortes e feridos, confirmou a Scotland Yard. O London Undergound tem os serviços suspensos e o bairro financeiro está parcialmente evacuado. As bolsas europeias afundavam mais de 3%. A bolsa londrina deslizava 3,36% com a British Airways a cair mais de 9%.

São oito o número de mortos contabilizados na explosão de um autocarro, afirmou fonte oficial da companhia que serve a capital britânica, a Stagecoach, tendo acrescentado que se suspeita de um acto terrorista. Verificaram mais duas explosões em outros tantos autocarros da empresa.

Um ataque terrorista tem um «impacto  psicológico enorme nos consumidores», explicou o responsável pelas «commodities» da Societe Generale em Paris, Frderic lasserre á Bloomberg, acrescentando que «eles se tornam relutantes em gastar, isso tem um impacto nas viagens aéreas, e no final na procura pelo petróleo».

Ver comentários
Outras Notícias