Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo cai pela quarta sessão consecutiva

O petróleo segue a desvalorizar pela quarta sessão consecutiva depois da libertação dos soldados britânicos capturados em águas iranianas ter contribuido para a diminuição das tensões políticas entre Teerão e Londres.

José Pedro Luís jpluis@mediafin.pt 09 de Abril de 2007 às 10:11

O petróleo segue a desvalorizar pela quarta sessão consecutiva depois da libertação dos soldados britânicos capturados em águas iranianas ter contribuido para a diminuição das tensões políticas entre Teerão e Londres.

A libertação dos soldados britânicos está a fazer o preço da matéria prima aliviar com as expectativas de que a diferença entre petróleo produzido e consumido volte a aumentar.

Assim, o preço do barril de Brent, negociado em Londres, começou o dia a cair 0,4% para os 67,96 dólares, enquanto o West Texas Intermediate (WTI) desce 0,64% para os 63,87 dólares.

A descida do consumo de gasóleo nos EUA também sustenta esta tendência de queda.

"Houve uma redução no factor risco depois da libertação dos marinheiros britânicos. Além disso, a procura de produtos destilados indica que o consumo de gasóleo está a diminuir, o que pode ser um sinal de que a economia americana não está tão robusta como se pensava", revelou um analista à Reuters.

Estas condições suportam a possibilidade do preço do petróleo continuar a cair nos próximos dias, depois de ter estado a subir por via do efeito de que as tensões do Ocidente com o Irão resultassem numa quebra da oferta de petróleo no mercado internacional.

Recorde-se que Teerão é o quarto maior exportador de petróleo do Mundo e pelo estreito de Ormuz, controlado a Norte pelo regime liderado por Mahmoud Ahmadinejad, passam cerca de um terço de todo o petróleo produzido no Globo.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio