Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo dispara 4% em Londres

Os preço do petróleo voltaram hoje a transaccionar com ganhos, valorizando 4% na bolsa de Londres, com o mercado a temer uma falta de capacidade de resposta das refinarias americanas para processar o crude disponível no mercado.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 31 de Março de 2005 às 16:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os preço do petróleo voltaram hoje a transaccionar com ganhos, valorizando 4% na bolsa de Londres, com o mercado a temer uma falta de capacidade de resposta das refinarias americanas para processar o crude disponível no mercado.

Em Londres o «brent» subia 3,86% para os 54,1 dólares o barril, enquanto o crude, a negociar em Nova Iorque, apreciava 2,07% até aos 55,11 dólares. A subida do brent superior ao crude explica-se pelo facto de o petróleo cotado em Nova Iorque ter subido no final da sessão de ontem, quando a bolsa de Londres já estava fechada.

Ontem o Departamento de Energia dos Estados Unidos anunciou as reservas da semana passada, que revelaram um aumento nos «stocks» de crude. Contudo, os inventários de combustíveis destilados e da gasolina desceram, avivando os receios de que as refinarias norte-americanas não terão capacidade para processar o crude disponível.

«Sabemos que existe muito crude, mas não há capacidade de refinação para o processar», referiu um analista à Bloomberg.

Estes receios estão a intensificar-se pois nos Estados Unidos está a começar a chamada «driving season», onde o consumo de gasolina e combustíveis aumenta.

A subida das cotações na sessão de hoje deve-se também ao facto de ter sido divulgado que os trabalhadores petrolíferos da Nigéria estão a ameaçar fazer nova greve.

Mais lidas
Outras Notícias