Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo renova máximos históricos em Londres e Nova Iorque

O preço do petróleo voltou a tocar novos máximos históricos em Londres e em Nova Iorque, ainda influenciado pelas palavras do secretário geral da OPEP que rejeitou a possibilidade de aumentar a produção.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 21 de Abril de 2008 às 11:49

O preço do petróleo voltou a tocar novos máximos históricos em Londres e em Nova Iorque, ainda influenciado pelas palavras do secretário geral da OPEP que rejeitou a possibilidade de aumentar a produção.

Abdalla el-Badri garantiu, ontem, em Roma, que não existe falta de petróleo no mercado e culpou a queda do dólar e a especulação pelos altos preços da matéria-prima.

O West Texas Intermediate [cl1], negociado em Nova Iorque, atingiu, pela primeira vez, os 117,40 dólares por barril e o barril de "brent" [co1], negociado em Londres, tocou nos 114,65 dólares.

O Reino Unido e o Japão apelaram à OPEP que aumentasse a produção de forma a fazer os preços da matéria prima. No entanto, a organização continua a defender que não há falta de petróleo no mercado e que uma eventual subida da produção não iria afectar os preços.

Na semana passada, os preços do petróleo subiram 6%, a maior subida semanal desde Fevereiro de 2007 e já valorizaram 77% desde o início do ano passado.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio