Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo sobe com corte de produção da Shell

Os preços do petróleo avançavam mais de 1% depois de uma tempestade ter obrigado a Royal Dutch Petroleum, dona de 60% da Shell, a cortar a produção dos campos do Mar do Norte pelo quarto dia.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 10 de Janeiro de 2005 às 12:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os preços do petróleo avançavam mais de 1% depois de uma tempestade ter obrigado a Royal Dutch Petroleum, dona de 60% da Shell, a cortar a produção dos campos do Mar do Norte pelo quarto dia.

O crude em Nova Iorque[cl1] subia 1,28% para os 46,01 dólares (euros) e o «brent» [co1] ganhava 1,55% para os 43,85 dólares (euros).

A Shell parou de produzir o equivalente a 140 mil barris por dia, a 7 de Janeiro, devido ao mau tempo, segundo declarações da porta-voz da empresa, Bianca Ruakere, à Bloomberg. A responsável acrescentou não saber quando é que a produção vai ser restabelecida.

Os preços do petróleo também foram impulsionados pela especulação de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) pode estender os cortes de produção devido à persistência de tempo ameno no Hemisfério Norte ao longo deste Inverno.

A Venezuela, o quinto maior exportador do mundo, deverá apoiar reduções de produção devido às temperaturas amenas que fazem aumentar os «stocks», afirmou a 7 de Janeiro Ivan Orellana, o representante daquele país na OPEP.

Outras Notícias