Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo sobe com queda de reservas dos EUA

Os preços do petróleo dispararam depois dos EUA terem anunciado que as reservas caíram mais do que o esperado na semana passada. Os analistas previam uma queda dos inventários de gasolina, evolução que se verificou mais acentuada do que o esperado. Em rel

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 20 de Abril de 2005 às 15:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os preços do petróleo dispararam depois dos EUA terem anunciado que as reservas caíram mais do que o esperado na semana passada. Os analistas previam uma queda dos inventários de gasolina, evolução que se verificou mais acentuada do que o esperado. Em relação ao crude esperavam uma subida, o que não se observou.

O West Texas Intermediate (WTI) [cl1], negociado em Nova Iorque, avançava 1,2% para 52,9 dólares (40,47 euros) e o «brent» [co1], transaccionado em Londres, ganhava 2,1% para 54,05 dólares (41,35 euros).

Na semana terminada a 15 de Abril, as reservas de gasolina caíram 1,5 milhões de barris, o que compara com as previsões dos analistas que apontavam para um recuo de 275 mil, de acordo com os dados disponibilizados pelo Departamento de Energia norte-americano.

Este dado faz com que o mercado aumente a preocupação com a carência de gasolina para o Verão, altura em que a procura aumenta devido ao crescimento das viagens.

Os inventários de crude recuaram 1,8 milhões para 318,9 milhões. A evolução foi contra as estimativas dos analistas que esperavam um aumento de 1,4 milhões na semana em análise. Esta queda foi a primeira em 10 semanas.

Já as reservas de combustíveis destilados, onde se inclui o gasóleo para aquecimento, mantiveram-se inalteradas. O que se justifica em parte com a queda de procura por parte dos consumidores deste tipo de produtos, uma vez que é mais usado durante o Inverno.

 

Ver comentários
Outras Notícias