Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo sobe com receio das tempestades no Golfo do México

As condições climatéricas no Golfo do México voltaram a impulsionar os preços do petróleo. As previsões meteorológicas apontam para que aquela região petrolífera possa ser assolada por um furacão e a Royal Dutch Shell já evacuou pessoal do Golfo devido ao

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 15 de Agosto de 2007 às 08:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As condições climatéricas no Golfo do México voltaram a impulsionar os preços do petróleo. As previsões meteorológicas apontam para que aquela região petrolífera possa ser assolada por um furacão e a Royal Dutch Shell já evacuou pessoal do Golfo devido ao aumento de intensidade de uma outra tempestade.

O West Texas Intermediate (WTI) [cl1], negociado em Nova Iorque, subia 0,58% para 72,80 dólares, e o "brent" [co1], transaccionado em Londres, avançava 0,55% para 70,90 dólares.

A Shell procedeu à evacuação do pessoal na região do Golfo do México como precaução devido ao aumento de intensidade de uma tempestade que se transformou numa depressão tropical perto da Península Yucatan.

E o Centro Nacional de Furacões norte-americano alertou para a possibilidade da tempestade tropical Dean se tornar num furacão no final desta semana.

Estas condições meteorológicas são as principais responsáveis pela subida dos preços do petróleo, com o mercado a recear que possa haver interrupção de produção naquela região.

Nos últimos anos, esta altura do ano tem sido determinante para a evolução dos preços do petróleo, com o valor da matéria-prima a atingir máximos históricos.

A sessão de hoje será ainda marcada pela divulgação das reservas de crude e de combustíveis nos EUA. Os analistas consultados pela Bloomberg esperam que o Departamento de Energia revele que os inventários de crude tenham caído em 2,5 milhões de barris na semana passada e que a gasolina diminua em 750 mil barris.

Ver comentários
Outras Notícias