Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo sobe e negoceia perto dos 60 dólares

O preço do petróleo mantém a tendência de ganhos pelo segundo dia consecutivo, tendo atingido os 60 dólares por barril em Nova Iorque, o novo recorde histórico. A valorização da matéria-prima tem estado relacionada com os receios de carência de produtos a

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 24 de Junho de 2005 às 08:50
  • Partilhar artigo
  • ...

O preço do petróleo mantém a tendência de ganhos pelo segundo dia consecutivo, tendo atingido os 60 dólares por barril em Nova Iorque, o novo recorde histórico. A valorização da matéria-prima tem estado relacionada com os receios de carência de produtos acabados, como a gasolina, o «diesel» e o gasóleo para aquecimento, fabricados pelas refinarias.

A tendência do petróleo na próxima semana deve ser de ganhos novamente, segundo um inquérito realizado pela Bloomberg, justificado pelo aumento de especulação de que a procura de combustíveis vai fazer com que as reservas dos EUA caiam.

O West Texas Intermediate (WTI) [cl1], negociado em Nova Iorque, avançava 0,54% para os 59,74 dólares, depois de ontem e hoje ter tocado nos 60 dólares, o valor mais elevado de sempre. O «brent» [co1], transaccionado em Londres, ganhava 0,62% para os 58,32 dólares.

A procura nos EUA por destilados, uma categoria que inclui petróleo para aquecimento e gasóleo, aumentou 6,9% nas quatro semanas que terminaram dia 17 de Junho quando comparando com o período homólogo, segundo o Departamento de Energia do país.

O inquérito realizado pela Bloomberg refere que entre os 50 analistas e estrategas inquiridos, 24, ou 48%, afirmam que os preços do petróleo vão voltar a subir na próxima semana.

Ver comentários
Outras Notícias