Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo sustentado por vaga de calor nos Estados Unidos

As cotações do petróleo estão a subir, sustentadas pelo aumento do preço do gás natural na sequência da forte vaga de calor nas regiões do Midwest ao Nordeste dos Estados Unidos.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 31 de Julho de 2006 às 18:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As cotações do petróleo estão a subir, sustentadas pelo aumento do preço do gás natural na sequência da forte vaga de calor nas regiões do Midwest ao Nordeste dos Estados Unidos.

Em Nova Iorque, o West Texas Intermediate [cl1] para entrega em Setembro ganha 0,70%, para 73,75 dólares por barril. No mercado londrino, o «Brent» do Mar do Norte está a subir 1,27%, fixando-se em 74,32 dólares.

O contrato de Setembro do gás natural está em alta de 8,4% na praça nova-iorquina, para 7,79 dólares por milhão de unidades termais britânicas. A meio da sessão, os preços chegaram a subir 11%, o que correspondeu à segunda maior subida deste ano em termos percentuais.

A procura de electricidade está a subir devido às elevadas temperaturas nos EUA. Alguns fabricantes e «utilities» podem optar entre os combustíveis à base de petróleo e o gás natural, dependendo dos custos. «A utilização de gás natural mostrou-se mais barata do que o petróleo, por isso há muito combustível que não está a ser fabricado com crude. No entanto, se o gás continuar a subir desta forma, os utilizadores poderão voltar a optar por usar petróleo», disse à Bloomberg o vice-presidente da gestora de risco Alaron Trading Corp, Phil Flynn.

Recorde-se que o crude atingiu um máximo histórico de 78,40 dólares nos EUA em 14 de Julho, devido aos receios de que o conflito entre Israel e o Hezbollah se possa propagar a todo o Médio Oriente – região que fornece cerca de um terço do petróleo mundial. Nessa mesma altura, o «Brent» também disparou para um novo máximo, ao cotar-se em 78,18 dólares.

A secretária de Estado norte-americana, Condoleezza Rice, deixou hoje o Médio Oriente, dizendo que talvez seja possível obter esta semana um cessar-fogo e uma solução política para as hostilidades entre Israel e o Hezbollah.

De manhã, o petróleo esteve a ganhar terreno devido a uma fuga no principal oleoduto da Rússia com escoamento para a Europa. A fuga foi entretanto reparada.

Outras Notícias