Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Plano de Chavez para Norte de África leva petróleo a perder mais de 1%

O crude nova-iorquino não caía tanto desde 11 de Fevereiro mas ainda se encontra acima dos 100 dólares.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 03 de Março de 2011 às 08:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Hugo Chavez delineou um plano para acabar com a violência na Líbia e essa informação está a fazer com que os investidores acalmem no que diz respeito aos receios referentes às matérias-primas. Os preços do petróleo estão, assim, a registar uma queda de mais de 1%.

A televisão Al Arabiya divulgou que o secretário-geral da Liga Árabe, Amr Moussa, está a estudar a tal proposta vinda do presidente da Venezuela. Chavez está preocupado já que a violência no país ainda liderado por Kadhafi levou à quebra do fornecimento de um milhão de barris de petróleo por dia.

O gestor de risco Anthony Nunan, da Mitsubishi, confessa que só ficará convencido de alguma coisa quando tudo ficar resolvido. Certo é que, apesar das incertezas que ainda prevalecem, o petróleo segue a deslizar mais de 1% nos dois principais mercados em que é transaccionado.

O crude para entrega em Abril está a perder 1,03% para se fixar nos 101,18 dólares, o que apesar de ser uma descida, o mantém ainda acima dos 100 dólares. Não marcava uma quebra tão acentuada desde 11 de Fevereiro.

Já o brent do Mar do Norte, cujas cotações são a referência para as importações da matéria-prima para Portugal, segue a deslizar 1,29% para 114,85 dólares.

Ver comentários
Saber mais matérias-prima petróleo crude Mar do Norte África Líbia Irão Venezuela Hugo Chavez
Mais lidas
Outras Notícias