Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Plano de reestruturação da dívida da Dubai World consegue apoio de 99% dos credores

A Dubai World, o conglomerado estatal do segmento portuário e imobiliário que em finais do ano passado lançou o pânico nos mercados ao anunciar que pretendia pedir uma moratória para os seus compromissos financeiros, está perto de ter a sua dívida toda reestruturada.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 10 de Setembro de 2010 às 16:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Foi a 25 de Novembro do ano passado que a Dubai World anunciou que estava a tentar recalendarizar o pagamento da sua dívida, na altura no valor de 26.000 milhões de dólares.

A empresa, que obteve apoio financeiro por parte do emirado de Abu Dhabi para cumprir com os seus pagamentos, esteve durante os últimos meses a negociar com os seus credores os novos termos desses pagamentos. E agora parece ter o processo quase concluído, pois já conseguiu o apoio de 99% dos seus credores, avança o “The Wall Street Journal”.

A Dubai World anunciou assim que já conseguiu que 99% dos seus credores aceitassem um plano de reestruturação da dívida, actualmente de 24,9 mil milhões de dólares.

“O que isto significa é que a Dubai World vai ter mais tempo para vender activos e reembolsar os credores e não pagará taxas punitivas por este período de tempo adicional”, afirmou à Bloomberg um gestor do banco de investimento Al Mal Capital, Akram Annous.

A empresa e o governo do Dubai congratularam-se, num comunicado conjunto, com este desfecho.

O Dubai, regido pelo sheik Mohammed Bin Rashid Al Maktoum, contraiu empréstimos no valor de 80.000 milhões de dólares ao longo de um “boom” de quatro anos no sector da construção que reduziu a sua dependência das receitas provenientes do petróleo e deu origem ao grande centro turístico e financeiro do Golfo Pérsico.

Ver comentários
Outras Notícias