Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal Telecom deve focar-se no Brasil após corte de dividendo

Os bancos de investimento Natixis e Goldman Sachs reduziram as suas avaliações para a operadora liderada por Henrique Granadeiro, depois do anúncio dos resultados da PT, Oi e da decisão de corte dos dividendos.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 16 de Agosto de 2013 às 12:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • 23
  • ...

Ambos passaram as recomendações de "comprar" para "neutral". O banco francês cortou o preço-alvo de 4,50 para 3,00 euros, segundo a Bloomberg.

 

Já o norte-americano Goldman Sachs desceu a avaliação de 4,00 para 2,90 euros citando a revisão de estimativas por conta do EBITDA no Brasil e o efeito desfavorável do câmbio do real e refere o endividamento na nota de "research" a que o Negócios teve acesso.

 

Os analistas do banco dizem confiar em Zeinal Bava para fazer a viragem na Oi mas afirmam que o facto de não existir “margem para erro” os leva a reduzir a recomendação de “comprar” para “neutral”

 

O UBS aponta como problemas a falta de visibilidade sobre o futuro da estratégia a ser implementada no Brasil e do momento em que será conseguida a desejada viragem na operadora. Para o Natixis, os problemas da Oi são "estruturais" e não "operacionais", o que leva o banco a concluir que ganhos de eficiência e produtividade só chegarão ao fim de alguns trimestres.

 

O banco de investimento UBS acredita que a Portugal Telecom está excessivamente endividada e afirma que a operadora necessita de se focar na viragem do negócio no Brasil.

 

Para a Kepler Chevreux, a redução do dividendo, embora má, era esperada. Contudo, a decisão não resolve integralmente o problema do endividamento, dizem os analistas, segundo nota citada pela Bloomberg.

 

Na quinta-feira, a Fitch cortou a avaliação da qualidade de crédito da PT de "BBB" para "BBB-" e manteve inalterada a perspectiva "negativa" para o "rating".

 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de “research” emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de “research” na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.

Ver comentários
Saber mais PT Portugal Telecom research
Mais lidas
Outras Notícias