Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal Telecom negoceia com novo valor nominal a 18 de Setembro

A Portugal Telecom PT procedeu ontem à escritura pública de redução do seu capital social, que passa a ser representado por 395 milhões de euros. O objectivo é o de libertar reservas que servem de garantia ao plano de remuneração traçado pela administraçã

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 12 de Setembro de 2006 às 17:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Portugal Telecom PT procedeu ontem à escritura pública de redução do seu capital social, que passa a ser representado por 395 milhões de euros. O objectivo é o de libertar reservas que servem de garantia ao plano de remuneração traçado pela administração.

Num comunicado enviado à CMVM, a Portugal Telecom (PT) [PTC] diz que procedeu ontem "à outorga da escritura pública de redução do seu capital social no montante de 1.072.413.675 euros, por libertação de excesso de capital através da criação de reservas livres nesse montante, passando o seu capital social a ser de 395.099.775 euros".

Esta operação implica que as acções da operadora de telecomunicações passem, a partir do próximo dia 18 de Setembro, a negociar com um valor nominal de 0,35 euros.

Para os accionistas, esta é uma mera alteração contabilística que não terá impacto no preço das acções.

O objectivo da operadora é o de libertar as reservas necessárias que vão servir de garantia ao plano de remuneração dos accionistas.

Nos próximos três anos, a PT deverá desembolsar cerca de 3,5 mil milhões de euros com dividendos e é obrigada por lei a ter no balanço uma parte desse valor em reservas.

As acções da PT fecharam em queda de 0,2% ara os 9,78 euros.

Outras Notícias