Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugueses retiraram 2,7 mil milhões de depósitos em três meses

Banco de Portugal revela que, em Outubro, as famílias levantam 718 milhões de euros, levando o montante total aplicado em depósitos a prazo a baixar a fasquia dos 130 mil milhões de euros.

Negócios 10 de Dezembro de 2012 às 13:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Pelo terceiro mês consecutivo, saiu dinheiro dos depósitos. No total, os particulares levantaram 718 milhões de euros durante o mês de Outubro, segundo os dados provisórios divulgados hoje pelo regulador do sector financeiro.

 

O valor é muito semelhante aos 722 milhões apresentados nos dados do Banco Central Europeu, divulgados na semana passada, que revelava que a maior “fatia” tinha saído das aplicações à ordem (384 milhões). Saíram 337 milhões das aplicações a prazo.

 

Há três anos que não se verificavam três meses consecutivos de saída de dinheiro dos depósitos a prazo. No total, segundo o Banco de Portugal, neste curto espaço de tempo foram resgatados, em termos líquidos, 2.689 milhões de euros.

 

Com a saída de dinheiro em Outubro, o saldo acumulado de dinheiro das famílias em depósitos baixou a fasquia dos 130 mil milhões. Cifrou-se em 129.786 milhões, sendo este o nível mais baixo em um ano.

 

A contribuir para a retirada de dinheiro destes produtos está a busca por outro tipo de aplicações, até porque a rendibilidade oferecida pelas poupanças a prazo tem vindo a descer de forma acentuada.

 

A taxa de juro média nos depósitos das famílias até um ano fixou-se em 2,6% em Outubro, mantendo-se inalterada face ao mês anterior. Há um ano, em Outubro de 2011, atingiu um máximo de 2008 nos 4,57%.

 

No caso das empresas, a taxa fixou um mínimo de 2010, cifrando-se em 1,01%, segundo o Banco de Portugal. Mas ao contrário do que se verificou nos particulares, nas empresas, o montante total aplicado em depósitos aumentou em 413 milhões para 30.285 milhões.

Ver comentários
Saber mais Banco de Portugal taxas juros depósitos
Mais lidas
Outras Notícias