Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Praças americanas invertem para o vermelho com queda da confiança dos consumidores

Os principais índices bolsistas dos Estados Unidos inverteram a tendência altista da abertura assim que foi divulgada uma queda inesperada da confiança dos consumidores norte-americanos em Outubro, pelo segundo mês consecutivo.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 27 de Outubro de 2009 às 14:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Os principais índices bolsistas dos Estados Unidos inverteram a tendência altista da abertura assim que foi divulgada uma queda inesperada da confiança dos consumidores norte-americanos em Outubro, pelo segundo mês consecutivo.

Este dado está a ter mais peso do que o anúncio de um aumento dos preços das casas em Agosto, em 20 cidades norte-americanas, pelo terceiro mês consecutivo.

Os receios de que mais governos de todo o mundo reduzam os esforços de estímulo à medida que a economia for recuperando estão também a contribuir para o movimento baixista.

O Dow Jones seguia a ceder 0,23%, fixando-se nos 9.845,29 pontos. A pressionar o índice estavam sobretudo a Microsoft, Hewlett-Packard e McDonald’s.

O índice tecnológico Nasdaq marcava 2.123,53 pontos, com uma desvalorização de 0,86%. Os títulos que mais influência estavam a ter na tendência negativa eram a Apple, Microsoft e Baidu.

O S&P 500 perdia 0,58%, para 1.060,78 pontos. A contribuir para a queda deste índice estão essencialmente a Limited Brands e VF Corp.

Do lado dos ganhos seguiam a Visa, maior rede mundial de pagamentos electrónicos, a poucas horas de reportar os seus resultados trimestrais, e também a AK Steel Holding Corp., quarta maior fabricante de aço dos EUA, depois de apresentar resultados acima das expectativas dos analistas.

Veja também:

As cotações dos principais índices

A evolução das acções do Dow Jones e Nasdaq 100


Ver comentários
Outras Notícias