Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preço dos combustíveis sobe para máximo do ano

Os combustíveis devem ficar mais caros na próxima segunda-feira. Na gasolina é expectável um aumento de 1 cêntimo. A culpa é sobretudo da queda do euro.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 08 de Março de 2019 às 11:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

Os preços dos combustíveis devem voltar a agravar-se em Portugal na próxima segunda-feira, refletindo sobretudo o efeito da variação cambial, já que as cotações das matérias-primas registaram fracas oscilações. Já o euro atingiu um mínimo de 20 meses face ao dólar.

O preço da tonelada métrica da gasolina aumentou pouco mais de 1% esta semana (tendo em conta a média das cotações diárias), mas quando medida em euros a subida foi superior a 2%.

Desta forma, de acordo com os cálculos do Negócios, o preço de venda do litro de gasolina simples nos postos de abastecimento em Portugal deve aumentar 1 cêntimo na segunda-feira.

A confirmar-se esta subida, será a quinta semana consecutiva de aumentos nos preços deste combustível (na semana passada os cálculos apontavam para uma descida de preços mas estes acabaram por subir). Segundo a DGEG, na segunda-feira passada o preço médio de venda em Portugal da gasolina simples foi de 1,455 euros, pelo que uma nova subida colocará o preço deste combustível no nível mais elevado deste ano.

No caso do gasóleo, a cotação nos mercados até desceu, mas em euros aumentou cerca de 0,5%, o que abre espaço para uma manutenção ou um agravamento ligeiro no preço de venda em Portugal. Na segunda-feira o preço médio de venda do gasóleo simples aumentou para 1,392 euros. Se for confirmada uma nova subida, será a décima semana consecutiva de aumentos.

Fonte do setor disse ao Negócios que o preço da gasolina deverá aumentar 1,5 cêntimos por litro e no gasóleo a subida deverá ser de 0,5 cêntimos.

O gasóleo simples já aumentou mais de 9% este ano, enquanto a gasolina simples ficou cerca de 4% mais cara.

 

A evolução dos preços dos combustíveis é calculada pelo Negócios, tendo por base a evolução dos derivados do petróleo (gasóleo e gasolina) e do euro. Ainda assim, a evolução dos custos dependerá de cada posto de abastecimento, da marca e da zona onde se encontra.

Os cálculos do Negócios têm por base contratos diferentes dos seguidos pelas petrolíferas (ainda que a evolução costume ser semelhante), sendo que os dados disponíveis para o Negócios só estão disponíveis até quinta-feira (faltando um dia de negociação).     

Ver comentários
Saber mais gasóleo gasolina combustíveis
Outras Notícias