Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preço conversão valores mobiliários BCP desce para 2,115 euros; banco emite mais acções

O preço de conversão dos valores mobiliários convertíveis em acções, emitidos pelo BCP, deverá ajustar para 2,115 euros, pelo que o montante máximo de acções a emitir sobe para 330,96 milhões, em resultado do aumento de capital recentemente anunciado.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 07 de Março de 2003 às 13:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O preço de conversão dos valores mobiliários obrigatoriamente convertíveis em acções, emitidos pelo BCP, deverá ajustar para 2,115 euros, pelo que o montante máximo de acções a emitir sobe para 330,96 milhões, em resultado do aumento de capital recentemente anunciado.

No prospecto da oferta pública de subscrição do aumento de capital de 931 milhões de euros, o BCP [BCP] adianta que essa operação não inclui o número máximo de acções que vão resultar da conversão da emissão de 140 milhões de valores mobiliários obrigatoriamente convertíveis em acções.

Aquando da subscrição dos referidos valores mobiliários, denominados Capital BCP 2005, o preço de conversão fixou fixado nos 2,449 euros, o que resultaria na emissão de um máximo de 285.830.951 acções.

No entanto, com as novas condições do aumento de capital de 931 milhões de euros, que resultará na emissão de 931 milhões de acções, o preço de conversão, segundo as previsões do BCP, sofre um ajustamento automático para 2,115 euros.

No prospecto o BCP explica que, consequentemente, o número de acções a emitir, previsivelmente em 2005, «será aumentado até um máximo de 330.926.267, em resultado do referido ajustamento do preço de conversão».

Com o novo preço de conversão, 1 valor mobiliário dá o direito a subscrever 2,36 acções, o que multiplicado pelos 140 milhões de valores emitidos, resulta no montante máximo de 330.926.267 acções acima referidas.

O BCP vai realizar um aumento de capital de 931 milhões de euros, elevando para 3,25 mil milhões o número de acções, montante que crescerá, quando as referidas 330,9 milhões de acções forem admitidas à negociação, previsivelmente em 2005.

O anterior preço de conversão da emissão de valores obrigatoriamente convertíveis pelo BCP resultou da cotação média ponderada das acções do banco desde o dia 18 de Dezembro até à sessão de 23 de Dezembro de 2002.

A emissão do BCP 2005 garantirá aos detentores um juro anual nominal bruto de 9%, com pagamentos trimestrais, ainda deduzido de montantes ficais.

O Capital BCP 2005 seguia a descer 0,97% para os 4,15 euros e as acções do BCP seguiam estáveis nos 1,58 euros.

Outras Notícias