Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preço do petróleo cai com expectativas de manutenção das reservas nos EUA

O preço do petróleo descia 1,38% em Nova Iorque, com os mercados a aguardarem que as reservas norte-americanas de combustíveis permaneceram pouco alteradas na semana passada, continuando a ser suficientes para satisfazer a procura.

João Mata 17 de Julho de 2001 às 17:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O preço do petróleo descia 1,38% em Nova Iorque, com os mercados a aguardarem que as reservas norte-americanas de combustíveis permaneceram pouco alteradas na semana passada, continuando a ser suficientes para satisfazer a procura.

O preço do barril de crude para entrega em Agosto [CL1] transaccionava nos 25,70 dólares (30,07 euros ou 6.028 escudos) na praça nova-iorquina.

Em Londres, o barril de «brent», ou petróleo do Mar do Norte, permanecia inalterado nos 23,85 dólares (27,90 euros ou 5.593 escudos) no mercado à vista, enquanto o preço do petróleo para entrega em Agosto [CO1] recuava 0,08% para os 25,15 dólares (29,42 euros ou 5.898 escudos).

O American Petroleum Institute (API) vai divulgar hoje o seu relatório semanal sobre a evolução dos «stocks» norte-americanos de combustíveis, com os analistas a estimarem que estes deverão ter continuado perto do nível verificado na semana anterior, que era 6% superior ao registado no período homólogo.

A queda do preço dos combustíveis nos mercados internacionais estava também relacionada com o facto da Organização das Nações Unidas (ONU) ter anunciado hoje que o Iraque exportou 6,8 milhões de barris de petróleo nos três primeiros dias após ter levantado o seu embargo às remessas de combustíveis para o exterior.

O Iraque suspendeu as suas exportações de petróleo durante cerca de um mês, a contar do início de Junho, devido a um diferendo com a ONU sobre o destino a dar aos proveitos decorrentes das suas vendas de combustíveis.

A ONU supervisiona as exportações iraquianas desde a Guerra do Golfo, em 1991, no âmbito de um programa designado «Petróleo por Alimentos», que permite a troca de combustíveis por bens de primeira necessidade.

Ver comentários
Outras Notícias