Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preços do crude disparam quase 3% em Nova Iorque

As cotações do crude estão no máximo de sete semanas em Nova Iorque, devido à convicção de que as reservas norte-americanas de gasolina terão caído pela quarta semana consecutiva.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 28 de Março de 2006 às 18:40
  • Partilhar artigo
  • ...

As cotações do crude estão no máximo de sete semanas em Nova Iorque, devido à convicção de que as reservas norte-americanas de gasolina terão caído pela quarta semana consecutiva.

O contrato de Maio do West Texas Intermediate [cl1] ganha 2,63% no mercado nova-iorquino, estabelecendo-se em 65,85 dólares por barril, nível que não alcançava desde 6 de Fevereiro. Face ao mesmo período de 2004, os contratos de futuros do WTI estão em alta de 22%. Em Londres, o «brent» [co1] do Mar do Norte sobe 2,28%, para 65,06 dólares.

A gasolina para entrega em Abril regista um acréscimo de 1,6% em Nova Iorque, para 1,85 dólares por galão – o que corresponde a mais 18% do que na mesma altura no ano passado.

De acordo com os analistas inquiridos pela Bloomberg, os inventários de gasolina e de destilados – gasóleo e combustível para aquecimento – deverão ter descido na semana passada. Prevê-se que o relatório do Departamento norte-americano da Energia, que será divulgado amanhã, revele também que as refinarias mantêm as suas actividades de manutenção para se prepararem para os meses de Verão, altura em que a procura de gasolina aumenta fortemente.

Na sessão de ontem, os preços do petróleo já tinham terminado a subir devido ao anúncio de que uma unidade de refinação de gasolina nas Ilhas Virgens dos EUA irá manter-se encerrada durante mais tempo do que o planeado. Esta refinaria trata 150.000 barris por dia e ficou fora de serviço no passado dia 11.

Outras Notícias