Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Presidente da Ongoing diz que proposta da Sonaecom não tem credibilidade

O presidente da Ongoing, Nuno Vasconcellos, afirmou hoje à agência Lusa que a proposta de remuneração feita pela Sonaecom "não tem credibilidade", porque a empresa não cumpriu com nada do que prometeu durante a operação.

Negócios negocios@negocios.pt 28 de Fevereiro de 2007 às 08:59
  • Partilhar artigo
  • ...

O presidente da Ongoing, Nuno Vasconcellos, afirmou hoje à agência Lusa que a proposta de remuneração feita pela Sonaecom "não tem credibilidade", porque a empresa não cumpriu com nada do que prometeu durante a operação.

Nuno Vasconcelos, presidente da Ongoing Strategy Investments, que detém 3% da PT, afirma que a proposta feita pela Sonaecom é "pouco inspiradora e pouco transparente".

O responsável sustenta que a Sonaecom não tem credibilidade para defender esta proposta, porque "tudo o que disse na operação, não cumpriu", ao contrário da administração da PT, que "cumpriu com tudo o que prometeu aos accionistas".

"Esta é a empresa que só aumentava o preço [da contrapartida] se encontrasse petróleo ou diamantes, mas depois aumentou-o de 9,5 para 10,5 euros", afirmou.

Vasconcellos alerta para o facto de a Sonaecom propor a distribuição de 5,7 mil milhões de euros em dividendos, mas com a ressalva de que só o fará se "houver fundos e cash [dinheiro] para distribuir".

A Sonaecom propôs, ontem à noite, um plano de distribuição de 5,7 mil milhões de euros em dividendos, até 2010, aos accionistas da Portugal Telecom (PT) que se mantenham na empresa depois da Oferta Pública de Aquisição (OPA) lançada sobre a operadora ter sucesso.

A Ongloing Strategy já anunciou que não está disposta a vender a sua participação a 10,5 euros por acção e que vai votar contra a desblindagem dos estatutos na assembleia geral.

Ver comentários
Outras Notícias