Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Primeiro-ministro acusa agências de "fazerem política" através de cortes de "rating"

"Gostaria que as agências de ‘rating’ não fizessem política", afirmou Passos Coelho, que considera que foi o que a Standard & Poor’s fez na sexta-feira quando decidiu cortar a notação financeira a nove países da Zona Euro, incluíndo a Portugal.

Vídeo RTP | Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 16 de Janeiro de 2012 às 14:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...
“Parece-me perigoso que as agências de ‘rating’ utilizem a actividade de notação para fazer política”, afirmou Passos Coelho, salientando que as “considerações feitas” no relatório de sexta-feira, onde a S&P colocou o “rating” de Portugal ao nível de “lixo”, são “marcadamente de foro político.”

“A posição que foi adoptada foi em relação à Europa. Os cinco parâmetros relevantes foram cumpridos favoravelmente por Portugal. A razão porque a agência de notação acha que em Portugal as coisas não vão correr bem é porque não estão a correr bem à Europa.”

“Não quero estar a maximizar a importância destas decisões”, mas “gostaria que as agências de ‘rating’ não fizessem política”, acrescentou.

Ver comentários
Saber mais rating Passos Coelho S&P
Outras Notícias