Bolsa PSI-20 cai mais de 1% com incerteza política na Alemanha

PSI-20 cai mais de 1% com incerteza política na Alemanha

A praça lisboeta iniciou a semana a negociar em terreno negativo numa altura em que se adensam dúvidas quanto à estabilidade da solução de governo germânica.
A carregar o vídeo ...
David Santiago 02 de julho de 2018 às 08:08
O PSI-20 abriu a sessão desta segunda-feira, 2 de Julho, a recuar 1,04% para 5.470,73 pontos, com 15 cotadas em queda, uma em alta e duas inalteradas, seguindo a tendência de perdas registada na generalidade das principais praças europeias. O principal índice nacional começa assim a semana depois de ter fechado o primeiro semestre de 2018 a valorizar 2,6%. A bolsa lisboeta recua pelo terceiro dia, estando a negociar em mínimos de 31 de Maio.

O receio dos investidores sobre a possibilidade de estalar uma crise política na Alemanha capaz de pôr em causa o futuro da actual coligação de governo liderada por Angela Merkel justifica as quedas bolsistas neste início de semana. Assim, o índice germânico DAX desvaloriza 1,83% para 12.141,98 pontos. 

Com quase todas as cotadas a pressionar, é o BCP que mais penaliza com o banco liderado por Nuno Amado a perder 1,86% para 0,2526 euros, estando assim a instituição a transaccionar em mínimos de 31 de Maio. 

Também a penalizar está a Jerónimo Martins que esta manhã já voltou a renovar mínimos de Fevereiro de 2016 ao tocar nos 12,205 euros. A retalhista começou o dia a perder 0,77% para 12,275 euros. A Sonae também cai 1,46% para 1,015 euros, sendo que já tocou nos 1,01 euros, o que representa o valor mais baixo desde 30 de Novembro. 

Destaque pela negativa ainda para a Mota-Engil que resvala 2,26% para 2,81 euros, sendo que a construtora já negociou em mínimos de 15 de Setembro (2,79 euros). 

O sentimento negativo predomina também nos sectores do papel e da energia. A Altri desliza 1,50% para 8,52 euros, a Navigator perde 1,08% para 5,045 euros e a Semapa resvala 1,09% para 22,70 euros. Já no sector energético, a Galp Energia desce 1,10% para 16,155 euros, a EDP Renováveis recua 1,34% para 8,81 euros, a EDP desliza 0,24% para 3,392 euros e a REN cai 0,50% para 2,388 euros. 

(Notícia actualizada às 08:20)



pub

Marketing Automation certified by E-GOI