Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 desliza com oito cotadas a perderem mais de 2%

O PSI-20 fechou com fortes quebras, plasmando a tendência europeia, num dia em que a hipótese de sanções a serem aplicadas pelos Estados Unidos sobre a Europa se torna mais viva.

Miguel Baltazar/Negócios
Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 02 de Outubro de 2019 às 16:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 18
  • ...
A bolsa nacional fechou em queda, com o principal índice, o PSI-20, a marcar perdas de 1,35% para os 4.882,33 pontos. A contribuir para o desempenho negativo estiveram 16 cotadas que se posicionaram no espetro vermelho contra apenas uma no verde e uma inalterada.

O sentimento negativo inundou a Europa depois de ser conhecida a decisão da Organização Mundial do Comércio (OMC), a qual autoriza os Estados Unidos a aplicar tarifas às importações oriundas da União Europeia até um valor máximo anual de cerca de 7,5 mil milhões de dólares (6,87 mil milhões de euros).

A decisão decorre da conclusão de que a fabricante aeronáutica Airbus beneficiou de ajuda pública europeia, prejudicando a rival norte-americana Boeing. A Comissão Europeia já se mostrou disponível para negociar com Washington mas alertou que, caso os EUA avancem para a imposição de tarifas, a UE irá responder na mesma moeda.

As principais praças do Velho Continente seguem com fortes quebras, entre 2% e 3%. O agregador das 600 maiores cotadas europeias, o Stoxx600, ilustra a tendência ao deslizar 2,62% para os 377,84 pontos, recuando a mínimos do início de setembro.

Em Lisboa, os pesos pesados alinharam-se no vermelho. O banco BCP desceu 2,03% para os 18,36 cêntimos, acompanhando o movimento da banca europeia, apesar de esta quarta-feira ter sido divulgada uma nota de investimento do Jefferies na qual a instituição defende que esta é uma boa altura para comprar os títulos do banco português.

 

A Jerónimo Martins e a Galp foram outras duas empresas de peso no PSI-20 a deslizar. A retalhista chegou a descer a um mínimo do início de setembro e fechou com uma quebra de 2,26% para os 14,94 euros. A Galp caiu 2,15% para os 13,44 euros.

A liderar as perdas ficou a Pharol, que caiu 3,66% para os 11 cêntimos, seguida da Altri, que recuou 3,16% para os 5,82 euros. O setor do papel contou com elevadas quedas, com a Navigator a ceder 2,45% para os 3,11 euros e a Semapa a reduzir 1,21% para os 11,46 euros.


(Notícia atualizada às 16:50)

Ver comentários
Saber mais PSI-20 mercados bolsa nacional investidores Euronext Lisboa Europa
Mais lidas
Outras Notícias