Bolsa PSI-20 já sobe mais de 4% desde o mínimo de Fevereiro

PSI-20 já sobe mais de 4% desde o mínimo de Fevereiro

A bolsa nacional está a subir, pela segunda sessão consecutiva, a acompanhar a tendência que impera no resto da Europa. Destaque para as acções da Semapa, que estão a negociar em máximos históricos, numa sessão marcada por ganhos acentuados de várias cotadas do PSI-20.
PSI-20 já sobe mais de 4% desde o mínimo de Fevereiro
Miguel Baltazar
Sara Antunes 26 de fevereiro de 2018 às 11:52

O PSI-20 sobe 0,51% para 5.512,75 pontos, com 13 cotadas a subir, três a cair e duas inalteradas. Entre os congéneres europeus a tendência é igualmente de ganhos, com as cotadas a beneficiarem, sobretudo da queda do dólar. E isto num dia em que os investidores aguardam pelo discurso de Mario Draghi. O presidente do Banco Central Europeu (BCE) vai discursar esta segunda-feira, 26 de Fevereiro, perante o Parlamento Europeu. E os investidores esperam que sejam dadas pistas sobre o futuro da política monetária na Zona Euro.

 

A bolsa nacional continua assim a recuperar das quedas recentes, provocadas sobretudo pelo contágio das bolsas americanas. Desde 9 de Fevereiro, dia em que a bolsa nacional atingiu mínimos de Novembro, o PSI-20 já subiu mais de 4%, num sinal claro de recuperação. Isto, numa altura em que os receios dos investidores em torno de alterações significativas ao nível da política monetária também acalmaram.

 

Na bolsa nacional, a sessão está a ser marcada por subidas acentuadas de várias cotadas. Destaque para a Semapa, cujas acções estão a subir 3,69% para 19,68 euros, depois de terem tocado nos 19,78 euros, o que corresponde ao valor mais elevado de sempre.

 

Ainda no sector do papel, a Navigator sobe 1,31% para 4,478 euros enquanto a Altri cai 0,42% para 4,71 euros.

 

Em destaque estão também as acções da Pharol, que estão a subir 3,75% para 0,235 euros. O dia será marcado pelo facto de ser o último dia para os credores da Oi, detida em mais de 20% pela Pharol, escolherem a modalidade de pagamento dos créditos.

 

Em alta estão também a Mota-Engil, ao subir 2,64% para 4,075 euros. Em queda, além da Altri, estão apenas mais duas cotadas: EDP, a perder 0,21% para 2,794 euros, e Nos, que recua 0,79% para 5,02 euros.

Na praça portuguesa o foco está esta semana nos resultados das empresas.  A EDP Renováveis e a Corticeira Amorim apresentam resultados na terça-feira, enquanto a Jerónimo Martins reporta os números relativos ao exercício de 2017 no dia 28. Um dia depois será a vez da EDP.




Saber mais e Alertas
pub