Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 no verde com BCP a somar quase 2%

A bolsa nacional valorizou pelo terceiro dia seguido, apoiada nas subidas do BCP (quase 2%), da Galp Energia e da EDP, ambas com subidas superiores a 1%.

Tiago Sousa Dias
David Santiago dsantiago@negocios.pt 13 de Dezembro de 2019 às 16:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...
O índice PSI-20 encerrou a sessão desta sexta-feira, 13 de dezembro, a ganhar 0,15% para 5.203,38 pontos, com nove cotadas em alta, sete em queda e duas inalteradas. 

A praça lisboeta chegou a tocar no valor mais alto desde 19 de novembro, sendo que terminou a segunda semana consecutiva com saldo acumulado positivo – valorizou 0,59% na semana depois de ter somado 0,89% na semana passada.

Depois de boa parte do dia a negociar em alta, já perto do fecho da sessão a bolsa nacional acabou por transacionar entre ganhos e perdas ligeiras, com BCP, Galp e EDP a impulsionar e Nos e EDP Renováveis a pressionar.

O principal índice nacional acabou assim por seguir a tendência de ganhos registada na generalidade das bolsas europeias, que registaram subidas expressivas no dia em que Washington e Pequim confirmaram ter chegado a um compromisso sobre a primeira fase de um acordo comercial. O índice de referência do velho continente, Stoxx600, avançou mesmo para máximos de abril de 2015 com todos os setores europeus em alta, mas sobretudo à boleia do setor que agrega os principais operadores turísticos. 


Em Lisboa, foi o BCP a cotada que mais contribuiu para a valorização do PSI-20. O banco liderado por Miguel Maya subiu 1,92% para 0,2021 euros, sendo que tocou na cotação mais elevada desde 19 de novembro durante a sessão. 

Também a animar decisivamente a praça lisboeta estiveram a Galp Energia e a EDP. A petrolífera cresceu 1,14% para 14,615 euros e a elétrica apreciou 1,24% para 3,750 euros, com a empresa liderada por António Mexia a seguir o exemplo do BCP ao transacionar também em máximos de 19 de novembro. Continuando no setor da energia, a EDP Renováveis perdeu 0,40% para 10,06 euros e a REN deslizou 0,37% para 2,71 euros. 

A impedir uma melhor prestação da bolsa nacional esteve a Nos, com a operadora de telecomunicações a desvalorizar 3,36% para 4,890 euros. Ao tocar nos 4,85 euros por ação, a Nos negociou em mínimos de outubro do ano passado. 

Nota negativa ainda para a Altri que terminou o dia a recuar 0,94% para 5,79 euros. 

(Notícia atualizada às 16:53)
Ver comentários
Saber mais Bolsa Nacional PSI-20 BCP EDP Renováveis EDP REN Galp Energia Nos Altri
Mais lidas
Outras Notícias