Bolsa PSI-20 no vermelho com Fed a pressionar Europa

PSI-20 no vermelho com Fed a pressionar Europa

Na primeira sessão após o discurso do presidente da Fed, no qual Powell anunciou a segunda subida dos juros este ano e apontou para mais dois aumentos até ao final de 2018, o sentimento na Europa é negativo.
PSI-20 no vermelho com Fed a pressionar Europa
Reuters
Ana Batalha Oliveira 14 de junho de 2018 às 08:11

O PSI-20 recua 0,34% para os 5663,97 pontos, com nove cotadas a descer, quatro a subir e cinco inalteradas. O PSI-20 está desta forma em linha com a tendência negativa vivida na Europa, após a Reserva Federal Americana ter aberto a porta a subir os juros mais duas vezes este ano. O principal agregador europeu, o Stoxx 600, prde 0,50% para os 386,32 pontos, com o sector das matérias primas a ser o que mais pressiona.

O índice nacional sente o peso das quebras da Galp e BCP. A petrolífera portuguesa desvaloriza 0,83% para os 16,035 euros. Está em sintonia com os preços do barril de Brent, referência para a Europa, que cai 0,38% para os 76,45 dólares. Já o BCP, um dos títulos mais voláteis às alterações na europa, perde 0,62% para os 27,23 cêntimos.  

Das 15 cotadas em queda, cinco apresentam quedas superiores a 1%. Navigator e Altri aliviam dos recentes recordes e caem, respectivamente, 1,09% para os 5,92 euros e 2,04% para os 8,65 euros. Nota negativa também para os CTT, que seguem a perder 1,38% para os 2,86 euros.

No verde, destaque para a Sonaecom. A empresa avança 0,11% para 93,1 cêntimos, depois de ter informado  que  a  sua  subsidiária  Sonae  IM  (Sonae  Investment  Management – Software and Technology) irá receber no próximo dia 15 de junho de 2018 a quantia de 57,8 milhões de euros, a título de distribuição de capital pelo  Fundo FCR Armilar Venture Partners II.

Os analistas do BPI relembram que a Sonaecom se dedica ao "investimento em empresas  de  base  tecnológica  nas  áreas  de  cibersegurança,  telecomunicações  e  de  retalho,  possuindo  uma  estratégia  de  gestão  ativa  do  seu  portefólio,  com  o  objetivo  de  consolidar  a  sua  posição  de  investidor  de  referência  a  nível  internacional". 

(Notícia em actualizada às 08:27)