Bolsa PSI-20 sobe com BCP a valorizar 1%. Novabase perde 10% ao descontar dividendo

PSI-20 sobe com BCP a valorizar 1%. Novabase perde 10% ao descontar dividendo

A praça nacional sobe pela segunda sessão consecutiva. BCP destaca-se ao subir mais de 1%.
A carregar o vídeo ...
Tiago Varzim 10 de outubro de 2019 às 08:07

A bolsa nacional está a valorizar 0,18% para os 4.930 pontos no arranque da sessão desta quinta-feira, 10 de outubro.  

A nível internacional, os investidores aguardam pormenores sobre o regresso às negociações entre os EUA e a China cujas reuniões começam hoje. Nos últimos dias têm surgido alguns sinais de que possa haver um acordo parcial entre os dois países para estancar os impactos negativos que a disputa comercial está a ter em ambas as economias. 

"Não obstante o fluxo contraditório de notícias em relação às relações sino-americanas, os mercados construíram a esperança que um acordo parcial poderá ser alcançado", assinalam os analistas do BPI no diário de bolsa. 

Em Lisboa, 10 cotadas negoceiam em alta, 6 em baixa e 2 estão inalteradas. Um dos destaques é o BCP cujas ações sobem 1,05% para os 19,2 cêntimos.

Também em alta está a Mota Engil com uma subida de 2,18% para os 1,832 euros, a Jerónimo Martins com um aumento de 1% para os 15,2 euros, a Altri com uma valorização de 1,36% para os 5,2 euros, a Navigator com uma subida de 1,1% para os 3,116 euros e a Ramada com um aumento de 1,64% para os 6,18 euros. 

Após ter subido quase 3,5% na sessão anterior, a Sonae continua no verde: as ações valorizam 0,06% para os 89,1 cêntimos no arranque da sessão de hoje.

Nota também para a Pharol que sobe 1,55% para os 10,5 cêntimos depois de a Real Vida Seguros, propriedade a 100 % da Patris Investimentos SGPS – por sua vez detida em 54,518% por Gonçalo Pereira Coutinho –, ter adquirido uma posição de 4,34% na Pharol. O anúncio foi feito ontem após o PSI-20 ter encerrado.

A travar maiores ganhos no PSI-20 estão as descidas dos CTT cujas ações desvalorizam 1,29% para os 2,15 euros e da EDP Renováveis cujos títulos cedem 0,74% para os 9,44 euros. 

Fora do PSI-20, o destaque vai para a Novabase cujos títulos estão a desvalorizar 10,07% para os 2,5 euros no dia em que a cotada desconta o dividendo de 36 cêntimos. Se não fosse esse efeito, as ações até estariam a subir face à sessão anterior.

(Notícia atualizada às 8h17 com mais informação)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI