Bolsa PSI-20 sobe pelo segundo dia com Galp e Altri a impulsionar

PSI-20 sobe pelo segundo dia com Galp e Altri a impulsionar

A bolsa nacional valorizou pela segunda sessão consecutiva, com o impulso do BCP, da Galp e das cotadas do sector da pasta e do papel. Aqui, destaque para a Altri, com uma subida de quase 3%.
PSI-20 sobe pelo segundo dia com Galp e Altri a impulsionar
Bruno Simão/Negócios
Rita Faria 21 de fevereiro de 2018 às 16:45

A bolsa nacional encerrou em alta esta quarta-feira, 21 de Fevereiro, pela segunda sessão consecutiva, com o PSI-20 a valorizar 0,36% para 5.468,18 pontos. Com 12 cotadas em alta e seis em queda, o principal índice português destacou-se entre os congéneres europeus, que seguem sem uma tendência definida.

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, ganha ligeiros 0,03% para 380,64 pontos, depois dos dados decepcionantes do PMI da Zona Euro, em Fevereiro. A primeira estimativa, divulgada esta quarta-feira, aponta para os 57,5 pontos, abaixo dos 58,4 pontos esperados e dos 58,8 pontos registados em Janeiro.

Segundo o estratega do JPMorgan, Mike Bell, a queda indica que a aceleração do ritmo de crescimento da Zona Euro pode ter chegado ao fim, com a economia a voltar a um ritmo de recuperação mais lento este ano.

Em Lisboa, os ganhos foram impulsionados sobretudo pela Galp, BCP e pelas cotadas do sector da pasta e do papel.  

O banco liderado por Nuno Amado ganhou 0,65% para 29,55 cêntimos, enquanto a Galp Energia valorizou 1,12% para 14,84 euros. Isto no dia em que o BPI reviu em baixa a avaliação das acções da empresa, de 15,80 euros para 15,60 euros, reagindo à revisão em baixa das metas para o investimento operacional ("capex").

O novo plano estratégico da empresa foi conhecido no mesmo dia em que a Galp revelou que os seus lucros subiram 25% no ano passado para 602 milhões de euros, e que o dividendo relativo ao exercício de 2017 foi aumentado para 55 cêntimos.

Ainda na energia, a EDP desceu 0,85% para 2,681 euros, a EDP Renováveis caiu 0,14% para 7,08 euros e a REN desvalorizou 0,57% para 2,45 euros.

No sector da pasta e do papel, destacou-se a Altri, com uma valorização de 2,81% para 4,75 euros. A Navigator ganhou 2,17% para 4,512 euros e a Semapa somou 0,86% para 18,78 euros.  

Do lado das descidas ficaram ainda a Jerónimo Martins e a Nos. A retalhista liderada por Pedro Soares dos Santos deslizou 0,26% para 17,575 euros, no dia em que a sua congéneres, a Sonae, subiu 0,82% para 1,229 euros. Já a Nos desceu 0,40% para 5,00 euros.