Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 em alta impulsionada pela Portugal Telecom e EDP

A bolsa nacional segue neste final de manhã a negociar em terreno positivo, animada com maior impacto pela Portugal Telecom e pela EDP. As congéneres europeias apresentam a mesma tendência, a reagir com optimismo ao dado animador da confiança dos empresários alemães.

Andreia Major amajor@negocios.pt 20 de Abril de 2012 às 12:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
O PSI-20 avança 0,26% para 5.190,46 pontos, com 10 cotadas em alta, oito cotadas em queda e duas a negociar inalteradas.

Os restantes mercados do Velho Continente negoceiam também no verde, a reagir com ânimo ao dado divulgado esta manhã da confiança dos empresários alemães.

O índice que mede a confiança dos empresários alemães subiu em Abril pelo sexto mês consecutivo, sinalizando que a maior economia europeia está a recuperar e a ser pouco afectada pela crise da dívida.

O índice, divulgado pelo instituto Ifo, subiu de 109,8 para 109,9, quando os economistas consultados pela Bloomberg aguardavam uma queda para 109,5.

Por cá, a Portugal Telecom é a cotada que mais impulsiona o índice de referência nacional. A empresa de telecomunicações liderada por Zeinal Bava sobe 2% para 3,876 euros. Também a Zon aprecia 1,08% para 2,516 euros, a par da Sonaecom SGPS que valoriza na mesma medida para os 1,219 euros.

Segue-se a EDP, que aprecia 0,62% para 2,101 euros. A eléctrica anunciou ontem que fechou o primeiro trimestre com uma produção total de 15.198 gigawatt hora (GWh), menos 11% do que a produção eléctrica registada em igual período do ano passado, tendo a sua actividade de distribuição de electricidade registado igualmente uma queda face a 2011.

No restante sector energético a tónica é negativa. A EDP Renováveis cede 1,12% para 3,342 euros, e a Galp Energia desliza 0,78% para 10,84 euros, num dia em que já desceu para mínimos de 7 de Maio de 2010 ao tocar nos 10,75 euros.

A petrolífera é a cotada que mais trava os ganhos do PSI-20. A REN perde 0,14% para 2,11 euros.

Em terreno positivo e a impulsionar os ganhos do índice nacional está ainda o BCP, a ganhar 0,92% para 0,11 euros. O restante sector da banca apresenta uma tónica mista. O BES cede 2,67% para 0,584 euros, e é a segundo cotada que mais trava os ganhos da bolsa, e o BPI desvaloriza 0,49% para 0,405 euros. O ESFG negoceia estável nos 5,38 euros.

Em terreno negativo, para além das cotadas já mencionadas, regista-se a Jerónimo Martins, que cai 0,10% para 15,475 euros.
Ver comentários
Saber mais PSI-20 Portugal Telecom EDP EDP Renováveis Galp Energia Brisa Jerónimo Martins Europa bolsas mercados
Outras Notícias