Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 encerra em alta com EDP e Jerónimo Martins a impulsionar

A bolsa de Lisboa terminou a sessão de hoje a atenuar os ganhos do início da sessão, em linha com as suas congéneres europeias, num dia em que a Jerónimo Martins chegou a subir 6%. O sector da banca e a EDP também contribuíram para a valorização do índice

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 28 de Abril de 2008 às 16:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bolsa de Lisboa terminou a sessão de hoje a atenuar os ganhos do início da sessão, em linha com as suas congéneres europeias, num dia em que a Jerónimo Martins chegou a subir 6%. O sector da banca e a EDP também contribuíram para a valorização do índice nacional.

O PSI-20 fechou a avançar 0,27% para os 11.115,93 pontos, com nove títulos a subir, nove a descer e dois inalterados.

Destaque para a Jerónimo Martins, que terminou a disparar 3,19% para 5,17 euros, depois de ter estado a valorizar cerca de 6%. A retalhista, que apresenta contas na próxima quarta-feira, está a beneficiar das perspectivas de resultados positivos. Os analistas estimam que a empresa apresente lucros de 21,8 milhões de euros, mais 10% que no primeiro trimestre de 2007.

A EDP foi o título que mais contribuiu para a valorização do índice, ao somar 0,85% para os 4,135 euros. Já a Brisa somou 1,38% para os 9,52 euros.

A impulsionar esteve ainda o sector da banca, num dia em que o BES ganhou 0,57% para os 12,35 euros, apesar de ter estado a apreciar mais de 1% durante a sessão. Os analistas esperam que o banco liderado por Ricardo Salgado apresente amanhã ganhos de 129,3 milhões de euros. O BCP subiu 0,53% para os 1,88 euros, enquanto o BPI apreciou 0,28% para os 3,60 euros, apesar de ter visto o seu preço-alvo cair dos 4,00 euros para os 3,70 euros, por parte da JPMorgan.

A Mota-Engil encerrou a ganhar 1,25%, para os 5,65 euros, enquanto a Semapa, que também apresenta resultados na quarta-feira, valorizou 2,48% para os 9,10 euros.

A pressionar esteve a PT, que desceu 0,39% para os 7,655 euros e a Galp, que apesar de ter estado a negociar em alta a maior parte da sessão, encerrou a cair 0,86% para os 16,23 euros.

Destaque pela negativa ainda para a Sonaecom, que fechou a perder 3,16% para os 2,30 euros.

Fora do PSI-20, nota para a Impresa

que desvalorizou 1,27% para os 1,55 euros, no dia em que vai apresentar as contas do primeiro trimestre. O Millennium IB estima lucros de um milhão de euros, com resultados operacionais de 7,1 milhões.

Outras Notícias