Bolsa PSI-20 fecha em queda ligeira penalizada por BCP e EDP Renováveis

PSI-20 fecha em queda ligeira penalizada por BCP e EDP Renováveis

O principal índice nacional terminou a primeira sessão da semana em queda. Entre as restantes praças europeias, o sinal negativo foi também dominante.
A carregar o vídeo ...
Ana Laranjeiro 29 de agosto de 2016 às 16:45

A bolsa de Lisboa terminou a sessão em queda esta segunda-feira, 29 de Agosto. O PSI-20 desceu 0,03% para 4.696,11 pontos, com 12 cotadas em queda, cinco em alta e uma inalterada. Entre as restantes praças europeias, o sentimento é também de perdas.

Este comportamento tem lugar numa altura em que os investidores avaliam a possibilidade de as taxas de juro nos Estados Unidos subirem já no próximo mês. Janet Yellen, presidente da Reserva Federal dos EUA, defendeu na passada sexta-feira, 26 de Agosto, que há mais argumentos para subir a taxa de referência, actualmente entre 0,25% e 0,50%. No seu discurso no Simpósio de Jackson Hole, a responsável fez questão de salientar, no entanto, que os dados têm de confirmar as estimativas do banco central.

"De facto, à luz do desempenho sólido e contínuo do mercado laboral e da nossa previsão para a actividade económica e para a inflação, acredito que o cenário de um aumento na taxa de referência reforçou-se nos últimos meses", disse Janet Yellen. Até porque, explicou a presidente da instituição monetária, "a economia dos EUA está, agora, a aproximar-se dos objectivos estatutários da Fed de pleno emprego e estabilidade dos preços".


Samy Chaar, da Lombard Odier, disse à Bloomberg que "as quedas de hoje estão muito relacionadas com as consequências de Jackson Hole e com a subida das expectativas de um aumento dos juros este ano o que leva a um ajustamento do mercado".


Por cá, destaque pela negativa para os títulos do BCP e da EDP Renováveis. As acções do banco liderado por Nuno Amado encerraram a recuar 1,10% para 1,8 cêntimos. Ainda no sector financeiro, o BPI cedeu 0,27% para 1,103 euros.

A EDP Renováveis desvalorizou 0,45% para 7,037 euros. E a EDP deslizou 0,17% para 3,007 euros. A Galp Energia terminou o dia a recuar 0,30% para 13,10 euros, isto numa altura em que os preços do petróleo estão a cair nos mercados internacionais. O barril de Brent do Mar do Norte, que serve de referência para as importações nacionais, desce 1,54% para 49,15 dólares. A REN, por outro lado, somou 0,38% para 2,637 euros.

Os CTT desvalorizaram 0,52% para 6,566 euros.


No sector do papel, a Semapa desceu 0,55% para 11,695 euros, isto num dia em que o Haitong, numa nota de análise, antecipa que a Semapa tenha fechado o primeiro semestre deste ano com lucros de 67 milhões de euros, uma descida de 8% face aos 72 milhões de euros do primeiro semestre do ano passado.

A Navigator somou 0,13% para 2,97 euros. E a Altri desceu 0,78% para 3,55 euros.


A travar uma queda mais acentuada da bolsa nacional estiveram nomeadamente os títulos da Nos e Jerónimo Martins. A Nos subiu 1,17% para 5,955 euros.

A Jerónimo Martins cresceu 0,55% para 14,62 euros. A concorrente Sonae cedeu 0,28% para 71,4 cêntimos.

 
(Notícia actualizada às 16:57)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI