Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 há oito sessões no verde a negociar em máximos de Julho de 2011

O PSI-20 fechou, pela oitava sessão consecutiva, em terreno positivo. Sete das 20 empresas que negoceiam no principal índice da praça de Lisboa tocaram esta sexta-feira em máximos de mais de 12 meses. Na Europa, a tendência foi igualmente positiva.

A carregar o vídeo ...
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 10 de Janeiro de 2014 às 16:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • 188
  • ...

Sete sessões em 2014, sete sessões de ganhos e seis máximos. O PSI-20 encerrou esta sexta-feira em terreno positivo, somando 0,23%, para os 7.093,40 pontos. Este foi o valor mais elevado desde Julho de 2011 e representa o sexto máximo registado numa sequência de oito sessões consecutivas de valorização, sete delas este ano.

 

Nesta sessão, sete das 20 empresas que compõe o índice tocaram em máximos de mais de 12 meses.

 

Na Europa, o sentimento é igualmente positivo, animado pela queda da taxa de desemprego nos EUA para um mínimo de mais de cinco anos. O britânico Footsie soma 0,77% e o francês CAC 40, avança 0,60%.

 

Em destaque nesta última sessão da semana esteve o sector energético, com a EDP Renováveis a somar 2,02% para 4,285 euros. Já a EDP, que tocou na sessão desta sexta-feira no valor mais elevado desde Abril de 2011, encerrou a subir 0,75% para 2,833 euros. A Kepler Cheuvreux alterou a sua recomendação para as duas cotadas de “reduzir” para “manter”, segundo a Bloomberg, após alterar o preço-alvo da EDP de 2,27 para 2,67 euros e da Renováveis de 3,64 para 4,38 euros.

 

Ainda no sector, a REN, que também tocou em máximos mas de Julho de 2011, somou 1,26% para 2,415 euros e a Galp Energia perdeu 0,04% para 11,95 euros. A petrolífera viu o Exane BNP Paribas cortar a sua avaliação da de 17 euros para 15,90 euros, com a recomendação a permanecer em “outperform”.

 

No sector financeiro, o destaque foi para o BCP que somou 0,79% para 0,1915 euros, seguido do BES, que avançou 0,58% para os 1,208 euros. Já o BPI cresceu 0,35% para 1,448 euros e o Banif tombou 6,87% para 0,0122 euros.

 

Nas telecomunicações, o dia foi negativo, com as três empresas a encerrarem no vermelho. A Zon Optimus foi o título que mais desceu, perdendo 1,64% para 5,445 euros, seguida da Sonaecom que deslizou 1,36% para 2,615 euros. Já a Portugal Telecom recuou 1,11% para 3,56 euros.

 

No retalho, a Jerónimo Martins caiu 1,06% para 14 euros e a Sonae, que tocou na sessão desta sexta-feira no valor mais elevado de Março de 2008, encerrou a somar 0,17% para 1,20 euros.

 

Na construção, a Mota-Engil, que marcou máximos de Junho de 2008, subiu 2,18% para 5,099 euros.

 

No papel o dia foi de ganhos. A Portucel fixou-se no valor mais elevado desde Julho de 2007 e encerrou a subir 1,75% para 3,14 euros. A Altri apreciou-se em 1,10% para 2,48 euros e a Semapa, que atingiu máximos de Fevereiro de 2011, subiu 2,69% para 9,15 euros.

 

Já a Sonae Indústria subiu 14,41% para 0,77%, depois de recentemente ter recebido uma proposta para a compra de duas das unidades que detém em França.

 

Fora do PSI-20, no dia em que foi assinado o contrato de subconcessão dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, a Martifer subiu 6,41% para 0,83%.

 

(Notícia actualizada às 17h15)

Ver comentários
Saber mais bolsa PSI-20 banca Euronext
Outras Notícias