Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 intensifica quedas e renova mínimos de mais de dois anos

O vermelho do índice nacional é carregado: sete empresas estão a renovar mínimos superiores a um ano. Galp Energia perde mais de 5%. Doze das cotadas perdem mesmo mais de 2%. A Europa também mergulha em terreno negativo.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 04 de Agosto de 2011 às 15:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
O índice nacional está a acentuar a tendência negativa que está a registar desde o meio da manhã e 19 das 20 cotadas estão a perder valor. 12 das empresas do PSI-20 estão mesmo a desvalorizar mais de 2%, levando o PSI-20 a renovar um mínimo de Abril de 2009. O BCP segue inalterado.

O PSI-20 recua 2,36% para 6.383,87 pontos, acompanhando o comportamento europeu. As bolsas do Velho Continente intensificaram as perdas após as declarações do presidente do Banco Central Europeu. O Stoxx Europe 600 perde 1,8%.

Jean-Claude Trichet anunciou que a aquisição de obrigações no mercado de dívida secundário não foi uma decisão unânime, o que trouxe pessimismo aos investidores sobre a união da Europa para resolver a crise da dívida. Ao mesmo tempo, foi anunciado um novo empréstimo aos bancos europeus, com o objectivo de combater as dificuldades que o sector financeiro tem enfrentado.

Em Portugal, a Galp é a empresa que mais contribui para o vermelho. A petrolífera nacional afunda 5,18% e está nos 14,485 euros, permanecendo a perder pela terceira sessão. A EDP cai 0,89% para 2,237 euros e a EDP Renováveis perde 1,03% para 4,336 euros.

A Jerónimo Martins cai 2,17% para 12,825 euros, ao passo que a Sonae recua 2,82% para 0,586 euros.

Nas telecomunicações, a Sonaecom resvala 4,48% para 1,363 euros. A Zon perde 3,11% para 2,682 euros. A operadora de Rodrigo Costa tocou nos 2,66 euros, valor a que não descia desde Setembro de 2001. A PT cai 1,35% para 5,773 euros. O HSBC cortou hoje o “target” de ambas as cotadas para 4,2 e 6,8 euros, respectivamente.

Semapa, Portucel e Cimpor perdem também terreno, na casa dos 4%. A primeira recua 4,20% para 6,389 euros e desceu para mínimo de Agosto de 2009 (6,365). O mínimo da Portucel é de Junho de 2010, ao cair 4% para 1,92 euros. Já a cimenteira afunda 3,25% para 5 euros. A Altri segue igualmente em baixa, retraindo 3,72% para 1,32 euros, para um mínimo de Agosto de 2009.

Na senda de renovação de mínimos estão ainda a Brisa e a Sonae Indústria. A concessionária de auto-estradas continua a afundar, tendo hoje deslizado para os 2,784 euros, mínimo de final de 1997. A segunda caiu já para 1,003 euros, mínimo histórico. Segue a perder 3,52% para 1,013 euros.
Ver comentários
Saber mais Psi-20 bolsa nacional Banif BCP BES BPI banca Stoxx Europe 600
Outras Notícias